2 anos e 4 meses sem você, filha...


TAU... MINHA TAU...MINHA TATAU....



2 anos e 4 meses se passaram. Na verdade, só consegui escrever esta postagem hoje.
Na noite passada, tive uma grande alegria: Sonhei com minha princesa. Ah como amo sonhar com  minha Filha. Ela  sempre aparece tão feliz, o que me deixa muito leve ao acordar.
Foi assim:
 Antes de dormir, assisti um vídeo de uma garota, que cantava uma música de louvor ao senhor. É uma garota sentada no passeio, com um gatinho no colo, muito simples o vídeo, mas tão profundo. Teve um momento, que a garota coçou o queixo enquanto cantava e aquele gesto me lembrou muito a minha filha, quando criança.
Bem, fui dormir e para minha alegria e gratidão à Deus, eis que sonhei com a minha Princesa!!
Ela no sonho tinha uns 6 anos, linda, de cabelos amarrados num rabo de cavalo. Uma gracinha, sorridente e feliz a conversar e gesticular.
Acordei e dei a noticia ao meu marido. Depois que meu filho chegou da escola, contei-lhe também.
Aqui em casa é sempre motivo de alegria sonhar com Tau. Sempre que um de nós sonha, já acorda anunciando: Sonhei com Tau!!!!!!! e todos procuram saber como foi nos mínimos detalhes...

Gostaria de deixar  aqui o referido vídeo. É muito lindo ver aquela garota cantar com voz tão angelical e sem nenhum preparo técnico, mas mesmo assim, ver a genuinidade de um dom dado por Deus para o seu louvor.


Uma das coisas que ela diz na canção:

"Mas eu tenho uma palavra pra te dizer
  Deus dará de volta tudo pra você."

E nós, mães, pais, irmãos que entregamos os nossos amados à Deus, nos alegramos com esta verdade:
Deus dará de volta para mim (e pra você) a minha filha amada, que um dia Ele levou.
E esta certeza, firma o meu coração, fortalece a minha alma e dá forças para prosseguir.
Não olhando para trás, pro momento de dor (sim, essa dor é grande demais) mas, olhando para frente, refrigero a minha alma na palavra de Deus que promete que verei de novo a minha filha.
 E a terei para sempre. E a morte será tragada e nós perguntaremos:

- Onde está ó morte o teu aguilhão??
- Onde está ó morte a tua vitória??
_ Então, cumprir-se-á a palavra que  está escrita: Tragada foi a morte pela Vitoria!
JESUS É A NOSSA VITÓRIA!!

Esse Trecho está em Coríntios 15.
Vou transcrever todo o capítulo, assim fica mais fácil ler, sem precisar sair do blog para pegar uma bíblia:


Também vos notifico, irmãos, o evangelho que já vos tenho anunciado; o qual também recebestes, e no qual também permaneceis.
Pelo qual também sois salvos se o retiverdes tal como vo-lo tenho anunciado; se não é que crestes em vão.
Porque primeiramente vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras,
E que foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras.
E que foi visto por Cefas, e depois pelos doze.
Depois foi visto, uma vez, por mais de quinhentos irmãos, dos quais vive ainda a maior parte, mas alguns já dormem também.
Depois foi visto por Tiago, depois por todos os apóstolos.
E por derradeiro de todos me apareceu também a mim, como a um abortivo.
Porque eu sou o menor dos apóstolos, que não sou digno de ser chamado apóstolo, pois que persegui a igreja de Deus.
Mas pela graça de Deus sou o que sou; e a sua graça para comigo não foi vã, antes trabalhei muito mais do que todos eles; todavia não eu, mas a graça de Deus, que está comigo.
Então, ou seja eu ou sejam eles, assim pregamos e assim haveis crido.
Ora, se se prega que Cristo ressuscitou dentre os mortos, como dizem alguns dentre vós que não há ressurreição de mortos?
E, se não há ressurreição de mortos, também Cristo não ressuscitou.
E, se Cristo não ressuscitou, logo é vã a nossa pregação, e também é vã a vossa fé.
E assim somos também considerados como falsas testemunhas de Deus, pois testificamos de Deus, que ressuscitou a Cristo, ao qual, porém, não ressuscitou, se, na verdade, os mortos não ressuscitam.
Porque, se os mortos não ressuscitam, também Cristo não ressuscitou.
E, se Cristo não ressuscitou, é vã a vossa fé, e ainda permaneceis nos vossos pecados.
E também os que dormiram em Cristo estão perdidos.
Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens.
Mas de fato Cristo ressuscitou dentre os mortos, e foi feito as primícias dos que dormem.
Porque assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem.
Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo.
Mas cada um por sua ordem: Cristo as primícias, depois os que são de Cristo, na sua vinda.
Depois virá o fim, quando tiver entregado o reino a Deus, ao Pai, e quando houver aniquilado todo o império, e toda a potestade e força.
Porque convém que reine até que haja posto a todos os inimigos debaixo de seus pés.
Ora, o último inimigo que há de ser aniquilado é a morte.
Porque todas as coisas sujeitou debaixo de seus pés. Mas, quando diz que todas as coisas lhe estão sujeitas, claro está que se excetua aquele que lhe sujeitou todas as coisas.
E, quando todas as coisas lhe estiverem sujeitas, então também o mesmo Filho se sujeitará àquele que todas as coisas lhe sujeitou, para que Deus seja tudo em todos.
Doutra maneira, que farão os que se batizam pelos mortos, se absolutamente os mortos não ressuscitam? Por que se batizam eles então pelos mortos?
Por que estamos nós também a toda a hora em perigo?
Eu protesto que cada dia morro, gloriando-me em vós, irmãos, por Cristo Jesus nosso Senhor.
Se, como homem, combati em Éfeso contra as bestas, que me aproveita isso, se os mortos não ressuscitam? Comamos e bebamos, que amanhã morreremos.
Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes.
Vigiai justamente e não pequeis; porque alguns ainda não têm o conhecimento de Deus; digo-o para vergonha vossa.
Mas alguém dirá: Como ressuscitarão os mortos? E com que corpo virão?
Insensato! o que tu semeias não é vivificado, se primeiro não morrer.
E, quando semeias, não semeias o corpo que há de nascer, mas o simples grão, como de trigo, ou de outra qualquer semente.
Mas Deus dá-lhe o corpo como quer, e a cada semente o seu próprio corpo.
Nem toda a carne é uma mesma carne, mas uma é a carne dos homens, e outra a carne dos animais, e outra a dos peixes e outra a das aves.
E há corpos celestes e corpos terrestres, mas uma é a glória dos celestes e outra a dos terrestres.
Uma é a glória do sol, e outra a glória da lua, e outra a glória das estrelas; porque uma estrela difere em glória de outra estrela.
Assim também a ressurreição dentre os mortos. Semeia-se o corpo em corrupção; ressuscitará em incorrupção.
Semeia-se em ignomínia, ressuscitará em glória. Semeia-se em fraqueza, ressuscitará com vigor.
Semeia-se corpo natural, ressuscitará corpo espiritual. Se há corpo natural, há também corpo espiritual.
Assim está também escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente; o último Adão em espírito vivificante.
Mas não é primeiro o espiritual, senão o natural; depois o espiritual.
O primeiro homem, da terra, é terreno; o segundo homem, o Senhor, é do céu.
Qual o terreno, tais são também os terrestres; e, qual o celestial, tais também os celestiais.
E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial.
E agora digo isto, irmãos: que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herdar a incorrupção.
Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados;
Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.
Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista da imortalidade.
E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória.
Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória?
Ora, o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei.
Mas graças a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo.
Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.

1 Coríntios 15:1-58
então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória.

1 Coríntios 15:54
então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória

1 Coríntios 15:54
então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória.

1 Coríntios 15:54

1.Também vos notifico, irmãos, o evangelho que já vos tenho anunciado; o qual também recebestes, e no qual também permaneceis.
2.Pelo qual também sois salvos se o retiverdes tal como vo-lo tenho anunciado; se não é que crestes em vão.
3.Porque primeiramente vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras,
4.E que foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras.
5.E que foi visto por Cefas, e depois pelos doze.
6.Depois foi visto, uma vez, por mais de quinhentos irmãos, dos quais vive ainda a maior parte, mas alguns já dormem também.
7.Depois foi visto por Tiago, depois por todos os apóstolos.
8.E por derradeiro de todos me apareceu também a mim, como a um abortivo.

9.Porque eu sou o menor dos apóstolos, que não sou digno de ser chamado apóstolo, pois que persegui a igreja de Deus.
10.Mas pela graça de Deus sou o que sou; e a sua graça para comigo não foi vã, antes trabalhei muito mais do que todos eles; todavia não eu, mas a graça de Deus, que está comigo.
11.Então, ou seja eu ou sejam eles, assim pregamos e assim haveis crido.
12.Ora, se se prega que Cristo ressuscitou dentre os mortos, como dizem alguns dentre vós que não há ressurreição de mortos?
13.E, se não há ressurreição de mortos, também Cristo não ressuscitou.
14.E, se Cristo não ressuscitou, logo é vã a nossa pregação, e também é vã a vossa fé.
15.E assim somos também considerados como falsas testemunhas de Deus, pois testificamos de Deus, que ressuscitou a Cristo, ao qual, porém, não ressuscitou, se, na verdade, os mortos não ressuscitam.
16.Porque, se os mortos não ressuscitam, também Cristo não ressuscitou.
17.E, se Cristo não ressuscitou, é vã a vossa fé, e ainda permaneceis nos vossos pecados.
18.E também os que dormiram em Cristo estão perdidos.
19.Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens.
20.Mas de fato Cristo ressuscitou dentre os mortos, e foi feito as primícias dos que dormem.
21.Porque assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem.
22.Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo.
23.Mas cada um por sua ordem: Cristo as primícias, depois os que são de Cristo, na sua vinda.
24.Depois virá o fim, quando tiver entregado o reino a Deus, ao Pai, e quando houver aniquilado todo o império, e toda a potestade e força.
25.Porque convém que reine até que haja posto a todos os inimigos debaixo de seus pés.
26.Ora, o último inimigo que há de ser aniquilado é a morte.
27.Porque todas as coisas sujeitou debaixo de seus pés. Mas, quando diz que todas as coisas lhe estão sujeitas, claro está que se excetua aquele que lhe sujeitou todas as coisas.
28.E, quando todas as coisas lhe estiverem sujeitas, então também o mesmo Filho se sujeitará àquele que todas as coisas lhe sujeitou, para que Deus seja tudo em todos.
29.Doutra maneira, que farão os que se batizam pelos mortos, se absolutamente os mortos não ressuscitam? Por que se batizam eles então pelos mortos?
30.Por que estamos nós também a toda a hora em perigo?
31.Eu protesto que cada dia morro, gloriando-me em vós, irmãos, por Cristo Jesus nosso Senhor.
32.Se, como homem, combati em Éfeso contra as bestas, que me aproveita isso, se os mortos não ressuscitam? Comamos e bebamos, que amanhã morreremos.
33.Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes.
34.Vigiai justamente e não pequeis; porque alguns ainda não têm o conhecimento de Deus; digo-o para vergonha vossa.
35.Mas alguém dirá: Como ressuscitarão os mortos? E com que corpo virão?
36.Insensato! o que tu semeias não é vivificado, se primeiro não morrer.
37.E, quando semeias, não semeias o corpo que há de nascer, mas o simples grão, como de trigo, ou de outra qualquer semente.
38.Mas Deus dá-lhe o corpo como quer, e a cada semente o seu próprio corpo.
39.Nem toda a carne é uma mesma carne, mas uma é a carne dos homens, e outra a carne dos animais, e outra a dos peixes e outra a das aves.
40.E há corpos celestes e corpos terrestres, mas uma é a glória dos celestes e outra a dos terrestres.
41.Uma é a glória do sol, e outra a glória da lua, e outra a glória das estrelas; porque uma estrela difere em glória de outra estrela.
42.Assim também a ressurreição dentre os mortos. Semeia-se o corpo em corrupção; ressuscitará em incorrupção.
43.Semeia-se em ignomínia, ressuscitará em glória. Semeia-se em fraqueza, ressuscitará com vigor.
44.Semeia-se corpo natural, ressuscitará corpo espiritual. Se há corpo natural, há também corpo espiritual.
45.Assim está também escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente; o último Adão em espírito vivificante.
46.Mas não é primeiro o espiritual, senão o natural; depois o espiritual.
47.O primeiro homem, da terra, é terreno; o segundo homem, o Senhor, é do céu.
48.Qual o terreno, tais são também os terrestres; e, qual o celestial, tais também os celestiais.
49.E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial.
50.E agora digo isto, irmãos: que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herdar a incorrupção.
51.Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados;
52.Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.
53.Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista da imortalidade.
54.E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória.
55.Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória?
56.Ora, o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei.
57.graças a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo.
58Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.



Filhinha, te levarei pra sempre em meu coração...
Hoje papai foi visitar o seu cantinho da saudade... levou três mudas de plantas com flores e ele mesmo plantou com muito carinho ali no seu jardim da despedida. Sim, pois o seu verdadeiro Jardim é ali ao lado de Jesus, ali onde as flores não murcham, onde a vida flui, onde as águas correm do trono de Deus.
E as rosas que você tanto ama???? ah, as mais belas rosas enfeitam o teu caminho, o mais puro perfume aromam a tua caminhada, e a mais tenra brisa te envolve com cheirinho do orvalho...e teu companheiro Jesus te envolve no verdadeiro amor. Aquele que só os vencedores, assim como você, terão o privilégio de conhecer....
Sem querer parar, mas tenho que ficar por aqui, as nossas conversas continuarão no solo do meu coração, intermediadas pelo Espírito santo de Deus.
então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória

1 Coríntios 15:54

Tua eterna Mãe
Minha eterna Filha...



Também vos notifico, irmãos, o evangelho que já vos tenho anunciado; o qual também recebestes, e no qual também permaneceis.
Pelo qual também sois salvos se o retiverdes tal como vo-lo tenho anunciado; se não é que crestes em vão.
Porque primeiramente vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras,
E que foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras.
E que foi visto por Cefas, e depois pelos doze.
Depois foi visto, uma vez, por mais de quinhentos irmãos, dos quais vive ainda a maior parte, mas alguns já dormem também.
Depois foi visto por Tiago, depois por todos os apóstolos.
E por derradeiro de todos me apareceu também a mim, como a um abortivo.
Porque eu sou o menor dos apóstolos, que não sou digno de ser chamado apóstolo, pois que persegui a igreja de Deus.
Mas pela graça de Deus sou o que sou; e a sua graça para comigo não foi vã, antes trabalhei muito mais do que todos eles; todavia não eu, mas a graça de Deus, que está comigo.
Então, ou seja eu ou sejam eles, assim pregamos e assim haveis crido.
Ora, se se prega que Cristo ressuscitou dentre os mortos, como dizem alguns dentre vós que não há ressurreição de mortos?
E, se não há ressurreição de mortos, também Cristo não ressuscitou.
E, se Cristo não ressuscitou, logo é vã a nossa pregação, e também é vã a vossa fé.
E assim somos também considerados como falsas testemunhas de Deus, pois testificamos de Deus, que ressuscitou a Cristo, ao qual, porém, não ressuscitou, se, na verdade, os mortos não ressuscitam.
Porque, se os mortos não ressuscitam, também Cristo não ressuscitou.
E, se Cristo não ressuscitou, é vã a vossa fé, e ainda permaneceis nos vossos pecados.
E também os que dormiram em Cristo estão perdidos.
Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens.
Mas de fato Cristo ressuscitou dentre os mortos, e foi feito as primícias dos que dormem.
Porque assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem.
Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo.
Mas cada um por sua ordem: Cristo as primícias, depois os que são de Cristo, na sua vinda.
Depois virá o fim, quando tiver entregado o reino a Deus, ao Pai, e quando houver aniquilado todo o império, e toda a potestade e força.
Porque convém que reine até que haja posto a todos os inimigos debaixo de seus pés.
Ora, o último inimigo que há de ser aniquilado é a morte.
Porque todas as coisas sujeitou debaixo de seus pés. Mas, quando diz que todas as coisas lhe estão sujeitas, claro está que se excetua aquele que lhe sujeitou todas as coisas.
E, quando todas as coisas lhe estiverem sujeitas, então também o mesmo Filho se sujeitará àquele que todas as coisas lhe sujeitou, para que Deus seja tudo em todos.
Doutra maneira, que farão os que se batizam pelos mortos, se absolutamente os mortos não ressuscitam? Por que se batizam eles então pelos mortos?
Por que estamos nós também a toda a hora em perigo?
Eu protesto que cada dia morro, gloriando-me em vós, irmãos, por Cristo Jesus nosso Senhor.
Se, como homem, combati em Éfeso contra as bestas, que me aproveita isso, se os mortos não ressuscitam? Comamos e bebamos, que amanhã morreremos.
Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes.
Vigiai justamente e não pequeis; porque alguns ainda não têm o conhecimento de Deus; digo-o para vergonha vossa.
Mas alguém dirá: Como ressuscitarão os mortos? E com que corpo virão?
Insensato! o que tu semeias não é vivificado, se primeiro não morrer.
E, quando semeias, não semeias o corpo que há de nascer, mas o simples grão, como de trigo, ou de outra qualquer semente.
Mas Deus dá-lhe o corpo como quer, e a cada semente o seu próprio corpo.
Nem toda a carne é uma mesma carne, mas uma é a carne dos homens, e outra a carne dos animais, e outra a dos peixes e outra a das aves.
E há corpos celestes e corpos terrestres, mas uma é a glória dos celestes e outra a dos terrestres.
Uma é a glória do sol, e outra a glória da lua, e outra a glória das estrelas; porque uma estrela difere em glória de outra estrela.
Assim também a ressurreição dentre os mortos. Semeia-se o corpo em corrupção; ressuscitará em incorrupção.
Semeia-se em ignomínia, ressuscitará em glória. Semeia-se em fraqueza, ressuscitará com vigor.
Semeia-se corpo natural, ressuscitará corpo espiritual. Se há corpo natural, há também corpo espiritual.
Assim está também escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente; o último Adão em espírito vivificante.
Mas não é primeiro o espiritual, senão o natural; depois o espiritual.
O primeiro homem, da terra, é terreno; o segundo homem, o Senhor, é do céu.
Qual o terreno, tais são também os terrestres; e, qual o celestial, tais também os celestiais.
E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial.
E agora digo isto, irmãos: que a carne e o sangue não podem herdar o reino de Deus, nem a corrupção herdar a incorrupção.
Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados;
Num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.
Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que é mortal se revista da imortalidade.
E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória.
Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória?
Ora, o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei.
Mas graças a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo.
Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.

1 Coríntios 15:1-58












5 Response to "2 anos e 4 meses sem você, filha..."

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    Eu poderia passar a vida inteira buscando palavras para comentar aqui , mas nada do que eu dissesse se compararia ao amor e a paixão com que vc escreve sobre sua linda Tau.
    E esse sonho maravilhoso, a sua alegria e da sua família quando alguém sonha c ela é td muito emocionante e lindo, lindo ,lindo mesmo...Débora quero q saiba que essa sua alegria tbm é nossa. Bjos p ti e para a bela Tau !!!!!

    Querida Eliane, suas palavras sempre alegram o meu coração e seu amor por minha filha me alegram bastante. Você é fruto do exemplo de Tau que é firme e forte, mesmo depois que ela partiu. Ela é daquelas poucas pessoas que mesmo depois de estar na glória ainda conquista novas amizades e planta amor nos corações. Você é a prova disto. Quantas novas pessoas chegaram às nossas vidas depois da partida de Tau e sem ao menos tê-la conhecido pessoalmente. O amor vence fronteiras!! Bjss no coração!

    Olá Débora, sou a Maria mãe da Débora Fernanda que também partiu a 10 meses, como dói essa dor. Minha menina tinha 19 anos faltando 26 dias para completar 20, linda fraterna como sua Tau. Mas assim como você tenho muita fé e sei que Deus está no comando, nada é em vão e teremos elas de volta em nossos braços, foram na frente para preparar nossos caminhos, confio totalmente nas promessas divinas, tudo isso vai passar é bíblico é de Deus. Força para nós. Abraços.

    Olá Maria Schiessl, em primeiro lugar aceite os meus mais sinceros sentimentos pela partida da sua amada filha, é dor que sangra, bem sei...Mas me alegro por você, assim como eu,crer nas promessas de Jesus e se confortar com a esperança e a certeza de que reencontraremos as nossas princesas... Você tem algum blog, ou vídeo no YouTube onde eu possa ver e conhecer melhor a sua história? Gostaria muito de ver algo sobre sua princesa Débora Fernanda! Obrigada por visitar o espaço da minha Flor de Liz, seja sempre muito bem Vinda! Abraço e paz!!

powered by Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme