Como dói viver sem você...

Já é noite, e o vazio é absurdamente presente em meu coração.
A falta da minha filha, traz dor e saudade.
Só que esta palavra é muito pequena para expressar o que sinto. Saudade é algo leve, ameno, sem maiores consequencias. Não é a palavra apropriada. Mas qual a palavra correta a usar? Qual palavra no imemso vocabulário português, conseguiria abarcar o que sinto agora em relação à minha filha,  minha vida, meu tudo?
Saudade de você minha estrelinha, meu amor, minha pequenina.
Vontade de te ter em meus braços meu amor. De puxar o tempo de volta, com toda a força do universo e te segurar pra sempre em mim e comigo.
Vontade de que tudo isso fosse um pesadelo, que o mundo parasse e eu descesse.
Vontade de acordar e com olhos bem abertos de ver e te dizer o quanto te amo.
Vontade de voltar a sorrir e saber que você está aqui comigo, que se eu viajar, posso ligar pro teu celular e se você viajar, posso ligar, posso ir te encontrar, posso pedir pra você voltar.
Nessa vida aqui podemos interferir de váriass formas e mudar situações. Mas aí, onde você está, nossas vontade não opera nada. Por mais que queiramos não podemos interferir no rumo das coisas. Não posso te mandar voltar pra casa.
Ah se eu pudesse... eu faria exatamente igual fiz na última vez que você viajou sem mim: eu passaria uma mensagem pro teu celular escrito assim: "Filha, pra variar meu cel deu pane, e eu já estou em pane com a tua ausencia. Mas quando lembro do privilégio que estás tendo em compartilhar das grandes experiencias com Deus, aí me consolo. Volta logo meu amor." Bem, foi isso que escrevi pra ela em agosto de 2011. Poucos dias depois a recebi em meus braços.
Feliz, trouxe presente pra mim, pra seu pai e seu irmaozinho. Veio de um congresso em Belo Horizonte. Chegou de madrugada e mesmo assim acordou as 6 da manhã para ir ao Colégio. Responsável e estudiosa, cheia de planos pro futuro e cheia de amor.
Oh filha, como dói viver sem você. Nunca mais nada será com era antes. Nunca mais!!!!!
TE AMO MINHA ETERNA FILHA
DA SUA ETERNA MÃE...

2 Response to "Como dói viver sem você..."

  1. Oi Débora, quanto tempo que não te escrevo!
    Seu post me comove pois é assim que também me sinto cheia de saudade...
    E das vezes que ele viajou sem mim os recados que eu mandava era assim como os seus.
    Que DEUS segure nossas mãos e empreste seu ombro pra chorarmos a ausência dos nossos filhos.
    Um forte e carinhoso abraço...

    Querida Débora,
    Muita emoção em sua linda mensagem para a amada Tau. Querida só não esqueça que ele vive em você então viva com ela. É diferente sim mas ela existe e sempre existirá em você. E você assim como tivemos agraça de sermos presenteados com filhos tão maravilhosos. Muitos nem essa chance tem. Se lembre disso amiga. com carinho Eveline, mãe do Iel (ww.ielnossoanjo.blogspot.com.br

powered by Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme